Efeito Degradê em Paredes – Valorize Mais Sua Casa Com Esta Técnica

por Diego Soares
em Decoração
17 de abril de 2014

Mais do que apenas conseguir adquirir seu imóvel próprio, as famílias brasileiras estão cada vez mais em busca de soluções práticas para deixar os ambientes de suas residências o mais bonito, charmoso, confortável e elegante possível.

E engana-se quem pensa que para conseguir isso é necessário gastar muito dinheiro em grandes obras ou reformas, isso porque existe atualmente diversas técnicas, ferramentas e soluções que são realmente muito práticas e transformam qualquer casa com apenas alguns elementos, dando “vida nova” a toda decoração.

Uma destas soluções que citaremos neste momento é o efeito degradê em paredes, pois esta técnica fez muito sucesso ao ser explorada por todo mundo da moda, virando também uma forte tendência de esmaltes e ainda fez a cabeça de muitas mulheres através da técnica “ombré hair” nos salões de cabeleireiros de todo país.

Efeito Degradê em Paredes

Pois bem, a grande notícia agora é que esta ótima solução também pode ser usada na decoração de nossas casas, seja nas paredes como daremos mais dicas na sequência ou ainda na transformação de móveis e molduras como exemplo de utilização.

Se você quer mudar “radicalmente” sua residência sem ter que gastar muito ou fazer grandes obras, saiba que misturar cores nas paredes hoje em dia está em alta e a técnica tem o poder de passar um forte dinamismo ao local aplicado, além é claro de uma maior amplitude aos ambientes.

Para que o resultado seja perfeito, dentro de suas expectativas e também dentro do que espera sua família, é fundamental que sejam tomados alguns cuidados básicos antes da pintura com efeito degradê nas paredes em si, tais como analisar o estado das paredes, que precisam estar limpas e bem lisinhas, além da necessidade de uma aplicação rápida, pois as tintas devem estar molhadas durante a mistura.

Se possível portanto, este processo de pintura deve ser feito por duas pessoas ao mesmo tempo. Outra dica muito importante para se obter um ótimo resultado, é que você use uma base acrílica acetinada para retardar a absorção das tintas.

O efeito degradê em paredes sombreado pode ser realizado utilizando-se mais que duas tonalidades, mas é imprescindível que os tons sejam de uma mesma paleta de cores.

Como Fazer o Efeito Degradê em Paredes? Confira um Simples Passo-a-Passo da Técnica

É claro que uma pintura realizada por um profissional mais experiente é o ideal, porém, com uma pouco de dedicação e boa vontade é possível sim que você mesmo faça a técnica em sua residência. Confira as dicas a seguir e mãos a obra:

Primeiro vejamos quais os materiais serão necessários: você precisará de manta, jornal, plástico ou papelão para proteger o piso, caçamba para a tinta, tinta acrílica premium nas variações de tons desejadas, massa acrílica, espátula, lixa, óculos, fita crepe, 3 rolos anti-respingo, luva, trincha e um espanador ou pano.

Aplicando a Técnica Degradê

Antes de começar o processo de pintura das paredes, passe a fita crepe ao redor da parede a ser pintada, respeitando é claro aqueles limites de outras paredes, rodapé e forro. Lembre-se também de proteger o piso utilizando jornal ou qualquer outro material, como plástico ou papelão.

É muito importante também que você proteja tomadas e interruptores, removendo ainda quadros e espelhos.

Agora, com as paredes já prontas para a pintura, aplique uma base acrílica para assegurar a absorção das tintas coloridas.

O próximo passo é dar início a pintura degradê, utilizando de preferência na parte superior da parede, a tinta mais clara da paleta, lembrando sempre de respeitar os limites da divisão pré estabelecida.

Feito isso, o próximo passo é aplicar a próxima tonalidade de tinta, aproximando esta aplicação o máximo possível do limite da pintura feita anteriormente, lembrando mais uma vez que o efeito degradê nas paredes precisa ser feito com as tintas ainda molhadas.

Para conseguir o efeito, utilize um pincel para borrar a divisão da pintura. Em seguida, utilize um rolo seco e passe-o sobre a região borrada com o pincel, pois isso deixará a aplicação mais suave.

Agora que falta apenas a região mais inferior da parede, é hora de utilizar a tonalidade mais escura. Novamente tome cuidado para não ultrapassar os limites da pintura anterior.

Quando a parede estiver totalmente seca, é o momento de dar a segunda mão de tinta. Dê início novamente pela parte superior com aquele tom mais clarinho. Um ótimo truque para dar maior movimento a técnica é intercalar a pintura na linha divisória.

Feito todo processo novamente em toda parede, disfarce as “emendas” com um rolo seco nas linhas divisórias. Pronto, terminado todo processo você já terá em casa um ambiente todo renovado e muito mais bonito.

No vídeo abaixo você pode acompanhar passo-a-passo tudo o que foi dito acima, e assim, visualizar melhor como fazer a técnica perfeitamente.

Não deixe de fazer em sua casa, é muito simples, rápido e o resultado realmente impressiona. Utilize o formulário de comentários abaixo e nos conte a sua experiência ou então tire qualquer dúvida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

facebook comments: